Orgasmo feminino: como gozar com facilidade

orgasmo feminino: como gozar em facilidade

Se você sente dificuldade em chegar ao orgasmo feminino, ou mesmo se nunca sentiu esse gostinho nem se quer uma vez na vida, saiba que você não está sozinha. Chegar ao orgasmo feminino com facilidade é privilégio de poucas mulheres.
A boa notícia é que é possível conquistar o prazer com treino, exercícios e autoconhecimento.
Antes de mais nada você precisa saber como funciona a fisiologia do orgasmo e desconstruir alguns tabus que envolvem o assunto.
Recentemente eu escrevi uma outra matéria falando sobre anorgasmia e os fatores que podem provocar a dificuldade em chegar o orgasmo. Passe lá para dar uma lida depois.

Como funciona o fisiologia do orgasmo


O orgasmo acontece quando existe um estímulo físico, que dispara para o cérebro um gatilho que libera uma explosão de hormônios para seu corpo e que provoca sensações muito prazerosas, seguidas de um relaxamento profundo.
Muitas mulheres me dizem que não sabem ou que não tem certeza se já experimentaram um orgasmo. Eu costumo dizer, “então provavelmente você não teve, quando você tiver um, com certeza vai saber”.
Outra coisa importante: pare de comparar as suas reações em relação ao sexo com a de outras mulheres. Muitas mulheres dizem que sentem a perna tremer, que sentem calafrios, que perdem a força nas pernas, que sentem vontade de gritar, enfim, as reações são mesmo variadas. Mas se você não sentir nada disso, não significa que o orgasmo delas é melhor que o seu, isso é bobagem.

Qual é a diferença entre o orgasmo clitoriano e vaginal?


Outra dúvida constante é sobre a diferença entre o orgasmo clitoriano e o orgasmo vaginal. Primeiramente, a fisiologia é praticamente a mesma; tanto a vagina quanto o clitóris são áreas repletas de terminações nervosas que, se estimuladas da maneira correta, podem provocar muito prazer e, consequentemente, o orgasmo feminino. No entanto, a maioria das mulheres aprende a se estimular e a se masturbar com a estimulação clitoriana (isso quando o fazem), deixando de lado o conhecimento da estimulação vaginal, que é feita através da penetração. Esse é um dos motivos pelos quais a maioria das mulheres tem mais facilidade em alcançar o orgasmo clitoriano. Além disso, o clitóris fica um pouco mais exposto, o que facilita a manipulação.

Essa facilidade acaba deixando a mulher acostumada a essa mesma forma de estímulo, e a não buscar o orgasmo vaginal. Afinal de contas, ele é mais “difícil” de alcançar. Não é incomum eu ouvir relatos de mulheres que, depois de alguns anos, só conseguem sentir o orgasmo em uma posição específica e com um estímulo específico. Isso acontece porque o corpo se acostumou, ao longo dos anos, apenas àquela situação.

Em se tratando de sexo, o interessante é fazer exatamente o contrário, ou seja, experimentar novas sensações e arriscar coisas diferentes.

Como esse assunto faz parte do meu dia a dia, estou sempre conversando com várias alunas e pacientes. Além disso, com a minha própria experiência, posso dizer que o orgasmo vaginal é mais amplo e parece que a sensação se espalha pelo corpo de forma mais intensa. Em contrapartida, o clitoriano é mais silencioso, menos intenso e mais restrito.

Qual é a diferença entre a ejaculação e o orgasmo feminino?


Algumas mulheres liberam muito líquido durante o orgasmo, muitas inclusive relatam que ficam completamente molhadas e até mesmo cogitam a hipótese de que tenham urinado.
Pesquisam comprovam que apenas 10% das mulheres apresentam esse tipo de ejaculação. A mulher que nunca ejaculou dessa maneira não precisa ficar preocupada, apenas a lubrificação natural já é o suficiente para garantir um bom desempenho sexual. Eu falo mais sobre isso no vídeo abaixo.

Dicas práticas para chegar ao orgasmo com facilidade


Fazer sexo não é um exercício como correr ou andar de bicicleta, mas a prática, como nas outras atividades, melhora o desempenho. Um dos passos para isso é o autoconhecimento: tocar e olhar o próprio corpo para descobrir pontos de sensibilidade é primordial. Além disso, eu tenho algumas outras dicas práticas que podem ajudar bastante:

  • Exercícios de ginástica íntima

    O desenvolvimento da musculatura vaginal é fundamental para o aumento da consciência vaginal, e isso aumenta significativamente a chance da mulher alcançar o orgasmo vaginal. O pompoarismo é uma prática de contração dos músculos vaginais, que exercita a região da vagina de dentro para fora. Com algum tempo de prática, a sensibilidade local aumenta, assim como a intensidade dos orgasmos.
    Sentada ou em pé, inspire profundamente, segure o ar, contraia a área genital por 30 segundos e solte. Repita a contração por dez vezes, inspire e continue o exercício por um período de cinco minutos. Pode e deve causar calor, se feito corretamente.
    Se você quiser se aprofundar e aprender várias sequências de exercícios, incluindo os exercícios com os acessórios, que fortalecem ainda mais a musculatura da vagina, você buscar mais informações a respeito do meu curso de pompoarismo.

  • Posições sexuais

    As posições sexuais interferem no estímulo para a mulher e algumas facilitam a descoberta do prazer. A sugestão é tentar posições que permitam a penetração e o estímulo ao clitóris ao mesmo tempo.

  • Brinquedos eróticos

    Usados na masturbação ou com o parceiro, pequenos vibradores ajudam a estimular o clitóris e acelerar a excitação. Além disso, como eu já comentei anteriormente, você pode utilizar os acessórios para treinar e praticar os exercícios do pompoarismo.

  • Masturbação feminina

    O último estudo ao qual eu tive acesso, demonstrou que apenas 52% das mulheres admitem que praticam masturbação. É um índice baixo se comparado com o dos homens que, quase em sua totalidade, declaram se masturbar com frequência.
    De alguma forma a masturbação feminina sempre foi taxada como algo incorreto, sujo, errado e até mesmo pecaminoso. Nada disso é verdade, essa nuvem negra em volta da masturbação feminina só é um tabu.
    A masturbação feminina, se feita de maneira moderada, é saudável. Com a masturbação a mulher vai desenvolver a criatividade sexual e e desvendar os prazeres do próprio corpo.

A mulher é um ser orgástico

As mulheres não são menos orgásticas que os homens, pelo contrário, elas são fisicamente capazes inclusive de alcançar múltiplos orgasmos e mais intensos. Para isso a mulher precisa se abrir para as novas experiências.

Pratique as dicas desse artigo e passe a observar cada pequena mudança nos seus estímulos durante o ato sexual, desejo que tenha novas e ótimas experiências daqui para frente.

Fonte: http://www.mulheresbemresolvidas.com.br/chegar-ao-orgasmo/

Sexy Fantasy

No Blog da Gall Sex Shop, exploramos os aspectos surpreendentes que vão além do comum. Descubra como o sêmen pode trazer vantagens para o bem-estar feminino, promover a saúde e elevar a experiência íntima. Conheça as informações, os benefícios e mergulhe no conhecimento único dessa prática. Para mais conteúdo envolvente sobre sexualidade, sex shop e bem-estar, visite nosso site!”

Esse conteúdo sobre Orgasmo feminino foi maravilhoso né? Que tal conferir esse outro tema que separamos para você: Afinal, O Que É Vulva? Entenda A Anatomia Feminina!

Acompanhe nosso site e compre os produtos eróticos em Gall sex shop

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Saiba mais

Política de Privacidade