Como aumentar a libido e renovar seu relacionamento!

como aumentar a libido

Libido: uma palavra, diversas dúvidas!

Em algum momento da sua vida, você já esbarrou com a palavra “libido“, certo? Entretanto, apesar de ser uma palavra comum, às vezes o significado dela pode ser um pouco incerto. Mas o que é a libido? Onde ela fica? Calma! Hoje você aprenderá tudo sobre a libido! Então, confira o post de hoje e fique por dentro do assunto!

Libido? O que é isso?

Basicamente, a libido é o termo que se refere ao desejo sexual da pessoa. Então, é uma coisa muito individual e que pode ser influenciada por diversos fatores, sejam físicos, mentais emocionais e sociais. Assim, por ter várias condições, é normal que a libido possa aumentar ou diminuir em diferentes etapas da vida.

A falta ou a vontade do interesse sexual não acontece por acaso! Isso porque existem responsáveis pela libido: os hormônios! Para as mulheres, a substância química responsável por esse processo é o estrogênio. Já para os homens, a famosa testosterona é incumbida de aumentar o apetite sexual.

Assim, nota-se que a deficiência hormonal também pode influenciar, e muito, na libido de cada indivíduo. Então, consequentemente, é natural que ocorra a queda de libido durante a vida. Uma vez que a mulher passa pelo fim da fase reprodutiva – popularmente conhecida como menopausa. Já para os rapazes, a decadência também é espontânea, pois a testosterona é afetada pelo envelhecimento.

Então, é possível perceber que é bem comum a queda da libido acontecer na terceira idade. Assim, um conselho super válido é saber como melhorar a vida sexual nessa etapa da vida!

Libido baixa? Qual a razão?

Além dos fatores hormonais que foram citados acima, existem outras causas que ocasionam uma baixa libido. Sejam fatores momentâneos ou até mesmo de longa duração. Portanto, confira alguns dos principais prejudicadores da libido:

Dores durante a relação:

nada mais justo do que evitar algo que te machuca, não é mesmo? Por essa razão, é essencial garantir o máximo de conforto possível durante o sexo. Caso haja a continuação do ato, mesmo quando há incômodo, é completamente normal criar repulsa à atividade. Assim, as dores podem impactar diretamente no apetite sexual da pessoa. Aproveite para conferir o post sobre motivos que podem ocasionar dor durante a relação sexual;

Problemas pessoais:

Se dores físicas devem ser evitadas, as psicológicas precisam ser tratadas da mesma forma. A falta de libido pode estar muito relacionada a crises pessoais, como atritos no trabalho, condições familiares ou, até mesmo, dúvida sobre o futuro. Caso haja alguma adversidade no seu dia a dia, é bem provável que sua libido seja afetada;

Crise de relacionamento:

se a relação não está bem, é impossível ter vontade de transar, não é mesmo? Quem que vai querer ficar tão próximo de uma pessoa com quem está brigada? Claro que existem exceções, mas, normalmente, se o relacionamento está enfrentando qualquer tipo de adversidade, definitivamente a libido é afetada;

Estresse e/ou ansiedade:

é extremamente difícil pensar em ter prazer durante crises de estresse ou de ansiedade. Isso porque elas afetam muito a saúde psicológica de cada pessoa. Então, caso a pessoa não esteja bem após um dia estressante no trabalho, por exemplo, é muito improvável que ela tenha disposição para se aventurar no ato sexual;

Medicamentos:

além de todas as condições pessoais e sociais, existem também os medicamentos que impactam diretamente a vida sexual, entre eles estão: anticoncepcionais, antidepressivos, anti-hipertensivos, anti-histamínicos, diuréticos e opioides.

Pós-parto:

Por ser um período muito conturbado para as mulheres, no sentido de alterações físicas, mentais e emocionais, é normal que a libido esteja com baixos níveis. Além disso, as prioridades mudam, então é bem possível que o sexo seja uma das últimas opções do casal.

Acreditamos que as principais causas estão elencadas. Entretanto, se você quiser adicionar outra possível razão de baixa libido, sinta-se à vontade para deixar um comentário! Será um prazer estudar sobre um novo assunto para continuar com a elaboração da nossa lista. Agora que já sabemos as possíveis causas, agora é o momento de descobrir como combater a baixa libido!

Como aumentar a libido?

Revitalize sua Vida Sexual: Dicas para Aumentar a Libido e Reacender a Paixão
Revitalize sua Vida Sexual: Dicas para Aumentar a Libido e Reacender a Paixão

Após apresentar as causas da baixa libido, vamos saber como aumentá-la? Isso porque o sexo é uma atividade fundamental para perpetuar a nossa espécie, mas, também, para a manutenção do organismo. Por essa razão, ter a libido em dia é super recomendado! Assim, para aumentá-la, existem algumas técnicas! Portanto, pegue o papel e a caneta e vamos aprender a manter a libido em níveis funcionais.

Tenha um relacionamento saudável

Caso queira aumentar a libido, é fundamental garantir um relacionamento saudável. Até porque, como já mencionado, é muito difícil conviver com uma pessoa onde não há mais nada para acontecer. Então, se você namora ou é casado, converse com o seu (sua) parceiro (a).

Uma boa dica é dedicar tempo ao outro. Não tenha medo nem má vontade de fazer coisas que ambos gostam! Dê uma volta, passe na sorveteria e aproveitem o momento! Desfrutem dos cinemas, pois é um momento onde os dois ficam mais próximos, com o mesmo objetivo, cozinhem juntos, deem risada, qualquer coisa onde os dois estejam felizes é válido. Quando há um bom relacionamento as chances de usufruir das vantagens de um sexo prazeroso para o casal aumenta!

Agora homem, uma dica específica para você. Caso a  (o) sua (seu) parceira (o) esteja com a libido consideravelmente baixa, um ótimo conselho é ser carinhoso (a). Isso porque elas (eles) estão mais sensíveis, uma frase, um carinho, uma nova maneira de se expressar, tudo isso é muito válido para as mulheres e homens. Descubra pequenas coisas que fazem ela (ele) feliz e utilize em seu dia a dia – definitivamente ela (ele) não achará ruim, pode confiar.

Pratique exercícios físicos

Para aumentar a libido, você precisa praticar exercícios físicos – não tem como fugir. Isso porque as atividades, além de melhorarem o condicionamento físico, ajudam os vasos sanguíneos a dilatarem, melhorando a oxigenação corporal, além de liberar hormônios de bem-estar como a endorfina e a oxitocina.

Além do mais, para elas o exercício físico é ainda mais benéfico. Uma vez que ajuda na disposição e na autoestima delas! Isso fará com que ocorra uma melhor lubrificação e irrigação da vagina! E já que o assunto é a “larissinha”, existem outras formas de trabalhar especificamente os músculos pélvicos!

Conhecido como exercícios de Kegel, a atividade possibilita um aumento do fluxo sanguíneo na região. Essas atividades tonificam os músculos, estendem o canal vaginal e reposicionam o colo do útero para que o pênis não cause nenhum tipo de dano. Uma outra técnica super válida é o pompoarismo, que além do fortalecimento muscular ajuda também na prevenção e contenção de doenças. Então, aproveite o nosso guia de como usar as famosas bolinhas de Ben Wa!

Coma bem

A alimentação também está diretamente relacionada ao bem-estar, certo? Até porque comer é sempre um prazer! Entretanto, existem alguns alimentos que são considerados “afrodisíacos”! Uma curiosidade bacana é que a palavra está ligada à Afrodite, a deusa do amor. Assim, esses alimentos ajudam a aprimorar o desejo e a paixão.

Entre as comidas afrodisíacas mais gostosas podemos elencar:

  • Chocolate 50/80% cacau: responsável pela produção da serotonina, feniletilamina e teobromina – respectivamente, hormônio do prazer, hormônio da atração e alcaloide responsável por ativar o sistema nervoso. Uma junção que elevará bastante a libido de quem está consumindo;
  • Morango: a fruta ajuda na lubrificação vaginal, pois é extremamente rica em vitamina C e potássio.
  • Amendoim: altamente energético, o alimento é ótimo colaborador da vasodilatação sanguínea, pois possui vitamina B3 e niacina.
  • Pimenta: elas são responsáveis por aumentar a sudorese e os batimentos cardíacos, reações semelhantes às que ocorrem durante o sexo.

Existe uma lista enorme de alimentos que ajudam a aprimorar a libido. Porém, com uma pequena lista já dá para ter noção de como comer coisas gostosas e ainda ter um apetite sexual intenso. É claro que eles não atuam sozinhos, é essencial que aconteça estímulos externos. Assim eles ajudarão a desenvolver o seu desejo para chegar na esperada “hora H”.

Conheça o seu corpo

É importantíssimo conhecer o seu próprio corpo. Somente assim você será capaz de usufruir  de tudo que ele te oferece. Portanto, não tenha medo de explorar! Navegue pelas suas curvas e saiba do que você realmente gosta. Assim, você conseguirá ter uma relação mais saudável com o seu (sua) parceiro (a) – ou até mesmo sozinha (o)!

Portanto, se você é uma mulher usufrua de todos os benefícios da masturbação. Apesar de ainda ser um tabu, o prazer feminino deve ser explorado de todas as formas! É por essa razão que aqui no Blog da Gall já discorremos sobre os diversos benefícios da auto realização sexual, então não deixe de conferir! Vale muito a pena.

E se você é homem, você pode aprimorar suas técnicas de masturbação! Por lá, você terá dicas para inovar na hora do 5 contra 1. Assim como as meninas, você tem que saber quais são os seus gostos. Portanto, explore toda a sexualidade que há no seu corpo e aumente sua libido.

Busque a felicidade!

Renove o Fogo: Como Aumentar a Libido e Transformar seu Relacionamento
Renove o Fogo: Como Aumentar a Libido e Transformar seu Relacionamento

A felicidade é essencial para tudo! Portanto, descubra o que te faz feliz. Assim, você verá que não somente o seu apetite sexual melhora, mas tudo ao seu redor terá uma nova aura. Atualmente, descobrimos que a falta de felicidade pode ser uma doença, porém que pode ser tratada.

Então, o conselho final da Gall para você é: busque a felicidade. Sua saúde mental é o que realmente importa, se ela estiver bem, tudo ficará mais fácil – especialmente a hora do sexo. Entretanto, não se cobre para ser uma pessoa feliz, a felicidade deve ser natural. Lembre-se que ela é momentânea, do mesmo jeito que ela pode chegar rápido, ela pode voltar. Dessa forma, é fundamental aproveitar os momentos de deleite, pois a felicidade anda de mãos dadas com a libido!

Por hoje é isso pessoal! Acreditamos que as informações são super válidas de serem lidas! Assim como esse post, você pode continuar se aventurando pelo nosso site descobrindo curiosidades, informações, guias… tudo sobre sexo! E se você estiver com dúvida ou precisar de um conselho, fale conosco! Será um prazer te ajudar!

você pode gostar também
1 comentário
  1. Sergio Moura de Oliveira Diz

    Bom dia! Pouco tempo atrás, aprendi alguns exercícios para fortalecer a musculatura da região pelvica, e também para melhorar a irrigação sanguínea local( no pênis) e também comecei a fazer exercícios para fortalecer a musculatura abdominal, anterior a isso, uma vez ou outra eu conseguia ter uma boa relação, depois desses exercícios, minha vida começou a mudar, hoje não tenho do que reclamar, acho que minha mulher, também está satisfeita, ultimamente, basta só o calor do corpo dela para eu ficar em estado de alerta, pensem no carinho e paixão que sinto,( estamos juntos a 33 anos). Quanto mais informação, mais vamos aprender, muito obrigado pelas dicas.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Saiba mais

Política de Privacidade